Para imprimir é necessário habilitar o pop-up Enviar a notícia por e-mail
Aumenta a fonte 
Aumenta a fonte 
Brasil
Em operação conjunta, Brasil e Paraguai destroem 88 hectares de maconha
14/03/2017 - 14h15

Brasília - Em operação conjunta, Brasil e Paraguai destruíram cerca de 88 hectares de maconha ou 264 toneladas da erva ilegal em Colônia Pacola, Departamento de Amambay. As forças policiais trabalharam durante três dias nas zonas rurais da região.

As incursões deram-se em 33 fazendas onde também foram encontrados 25 acampamentos precários utilizados como base de apoio e processamento da droga. Nestes acampamentos, foram encontrados 7,6 mil quilos de maconha picada. Todo o produto teria sido incinerado pelas autoridades antidrogas.

A operação denominada “Nova Aliança 15” reúne as forças policiais dos dois países para a erradicação de cultivos de maconha nas zonas fronteiriças. Por parte do Paraguai, participam a Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD), a Força Tarefa Conjunta e o ministério Público. Pelo Brasil, a Polícia Federal.

Até o momento, a operação já impôs um prejuízo econômico de US$ 8 milhões ao crime organizado. Os dois países pretendem trabalhar por mais dez dias para anular as principais concentrações de cultivos de maconha no Departamento de Amambay, na fronteira com o Brasil.