Para imprimir é necessário habilitar o pop-up Enviar a notícia por e-mail
Aumenta a fonte 
Aumenta a fonte 
Agenda
Líderes caribenhos discutirão soluções para a crise migratória
14/02/2017 - 16h53

Brasília - Nesta quinta-feira, 16, os líderes dos países caribenhos se reunião na Guiana para analisar e discutir as soluções para a crise migratória que afeta os seus nacionais que residem nos Estados Unidos. Para tanto, será realizada uma reunião da Comunidade do Caribe (CARICOM).

De acordo com o Secretário-Geral do CARICOM, Irwin LaRocque, os Chefes de Estado dos 15 países membros confirmaram presença no encontro em Georgetown, para avançar nas conversas iniciadas em janeiro à margem da Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), realizada em Punta Cana, República Dominicana.

LaRocque confirmou que as medidas anunciadas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, têm gerado muitas incertezas junto aos países caribenhos e as comunidades de migrantes que vivem naquele país. Uma deportação em massa, por exemplo, poderia colapsar não apenas os países do Caribe, mas também da América Central.

Os países dos CARICOM também aproveitarão para avaliar os cenários econômico e de segurança da região, além de temas da agenda internacional que poderão impactá-los, como as políticas de instituições bancárias que poderiam mudar suas regras em relação às finanças dos países caribenhos, atingindo diretamente o comércio, a economia e as remessas dos cidadãos dos países do Caribe que residem especialmente nos Estados Unidos.