Para imprimir é necessário habilitar o pop-up Enviar a notícia por e-mail
Aumenta a fonte 
Aumenta a fonte 
Mundo
Argentina aposta no fortalecimento das relações com China e Japão
10/02/2017 - 10h03

Brasília - Depois de passar pelo Brasil e de engatar uma missão com mais de 200 empresários à Espanha, Mauricio Macri, presidente da Argentina, já se prepara para buscar investimentos no Oriente. China e Japão, rivais políticos, são os principais objetivos da empreitada.

Em maio, Macri estará na região entre os dias 14 e 19. Passará por Pequim primeiro onde terá uma reunião privada com o presidente Xi Jianping, e dedicará ao menos um dia ao Japão, quando se entrevistará com o primeiro-ministro Shinzo Abe. Esta será a primeira vez que Macri irá ao Oriente na condição de presidente argentino.

No Japão, Macri deverá reunir-se ainda com empresários que já investem na Argentina, como a gigante Toyota. O objetivo é apelar por mais investimentos no país. Em maio de 2016, a vice-presidente Gabriela Michetti esteve no Japão. Abe retribuiu a visita em novembro passado quando esteve em Buenos Aires com o líder argentino.

De acordo com a chancelaria argentina, havia a previsão de incluir a Coreia do Sul no roteiro, mas a crise política interna daquele país impediu que uma agenda fosse confirmada. Em março, Macri irá aos Países Baixos também em busca de investimentos.