Para imprimir é necessário habilitar o pop-up Enviar a notícia por e-mail
Aumenta a fonte 
Aumenta a fonte 
Relações Exteriores
Tabaré Vázquez ignora CELAC e viaja com empresários pela Europa e Ásia
24/01/2017 - 11h30

Marcelo Rech, especial da República Dominicana

Punta Cana - O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, ignorou a realização da V Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), na República Dominicana, para se preparar para um giro com mais de 70 empresários por Alemanha, Finlândia e Rússia.

Esta é a terceira viagem do líder uruguaio ao exterior com o objetivo de atrair investimentos. Em outubro de 2015, ele esteve na França e no Japão. Em novembro do ano passado, foi a vez de passar por Espanha, China, Áustria e França novamente. Antes mesmo de começar o terceiro giro internacional, Vázquez já pleneja o quarto que seria entre março e abril deste ano, por Austrália e países africanos a serem definidos.

A comitiva empresarial confirmada para a missão que terá início em 6 de fevereiro e vai até o dia 17, terá o maior número de empresários já registrados para um evento desta natureza. Além deles, Vázquez estará acompanhado do ministro da Economia, Danilo Astori; do chanceler Rodolfo Nin Novoa; do ministro de Transportes, Víctor Rossi; da ministra de Habitação, Eneida De León; da ministra de Indústria, Carolina Cosse; do ministro de Agricultura, Tabaré Aguirre; e do presidente da Administração de Portos, Alberto Díaz.

O principal objetivo do Uruguai é atrair investimentos para a infraestrutura, por isso a visita à Alemanha e Finlândia. Em Berlin e Hamburgo, a comitiva deve entrevistar-se com autoridades e empresários dos setores portuário, ferroviário e de rodovias. O plano uruguaio de infraestrutura prevê o aporte de US$ 12 bilhões.