Brasília, 11 de dezembro de 2018 - 06h01
Aprovada Moção de Solidariedade à brasileira assassinada na Nicarágua

Aprovada Moção de Solidariedade à brasileira assassinada na Nicarágua

08 de agosto de 2018
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília – No dia 23 de julho, a brasileira Raynéia Gabrielle Lima, de 31 anos, estudante de medicina, foi assassinada em Manágua, quando retornava de uma jornada de trabalho no Hospital da Polícia Nacional. Natural de Pernambuco, ela vivia há seis anos naquele país e é mais uma vítima da crise política que assola a Nicarágua.

Em apoio à família da jovem, a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN) da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 8, Moção de Solidariedade encabeçada pelo seu presidente Nilson Pinto (PSDB-PA) e o deputado Rubens Bueno (PPS-PR).

Nilson Pinto lembrou que o governo brasileiro que já havia manifestado a sua preocupação com o desenrolar da situação interna nicaraguense, convocou, no dia 24 de julho, para consultas, o Embaixador Luís Cláudio Villafañe Gomez Santos. No mesmo dia, a Embaixadora da Nicarágua em Brasília, Lorena Martínez, foi chamada pelo Itamaraty para prestar esclarecimentos. Em 27 de julho, foi a vez do governo nicaraguense convocá-la para consultas.

Para os deputados, até o momento, as autoridades da Nicarágua ainda não responderam aos questionamentos do Brasil de forma satisfatória. O corpo de Raynéia foi enterrado no dia 3 de agosto na cidade de Paulista, Pernambuco.

“A repressão aos protestos populares já deixou mais de 350 mortos, de acordo com organizações humanitárias locais e internacionais. A escalada de violência contra a sociedade civil, com agressões físicas a eclesiásticos, jornalistas e defensores dos direitos humanos, é inaceitável”, afirmou Nilson Pinto.

MOÇàO DE SOLIDARIEDADE

“Estudante do sexto ano de Medicina na Universidade Americana de Manágua, a pernambucana Raynéia Gabrielle Lima, que já trabalhava no Hospital da Polícia Nacional, foi brutalmente assassinada no dia 23 de julho, em circunstâncias ainda não esclarecidas.

 Reitor da Universidade Americana, Ernesto Medina, afirmou que o tiro que feriu mortalmente a brasileira, foi disparado por um “um grupo de paramilitares” no sul da capital Manágua. Raynéia sustentava os estudos fabricando e vendendo brigadeiros, trufas de chocolate e coco.

Trata-se de mais uma vítima de uma crise política que opõe estudantes e o governo sandinista do presidente Daniel Ortega. No dia 13 de julho, forças de segurança e paramilitares dispararam contra estudantes e civis alojados na Universidade Nacional Autônoma da Nicarágua.

À família da brasileira Raynéia Gabrielle Lima, a quem a Universidade Americana fez questão de outorgar o Diploma de Medicina, a nossa solidariedade. E que o governo e a sociedade nicaraguense possam restabelecer a convivência pacífica, o funcionamento das instituições democráticas e o Diálogo Nacional”.

Assuntos estratégicos

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...